PREENCHER VAZIOS

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

Resumo
Joana Abreu levou as intervenções do projecto Preencher Vazios para a sala 5.2 da FLUL, e no AzLab#32 foi possível não apenas conhecer melhor as características desta iniciativa, mas também organizar e montar alguns dos azulejos em MDF que, a partir de quarta-feira, se encontram aplicados em três fachadas de Lisboa.

A sessão começou com uma introdução sobre o projecto, com Joana Abreu a contar de que modo nasceu a ideia do Preencher Vazios (no contexto da sua dissertação e trabalho de projecto de mestrado), explicando depois como se desenvolveu, quer no contexto académico, quer pelo impacto que alcançou em termos mais alargados. A ideia de preencher os vazios das fachadas, chamando a atenção para o problema da salvaguarda do azulejo, ganhou uma dimensão que a autora não esperava, mas que cumpre os objectivos enquanto intervenção artística com uma consciência patrimonial muito vincada e definida.

No final, as perguntas expressaram bem o interesse suscitado pela apresentação, com a assistência a querer saber mais detalhes sobre as escolhas das fachadas, as opções por determinadas frases, os critérios de intervenção, as reacções das pessoas no momento das colagens, entre muitas outras questões.

Por fim, Joana Abreu acabou alguns dos azulejos que aplicou hoje em Lisboa, desafiou o público a montar alguns desses conjuntos, ao mesmo tempo que projectava imagens das fachadas onde seriam ser colocados.

____________________________________________________

PREENCHER VAZIOS


Session Overview
Joana Abreu and the interventions of the project Preencher Vazios (Fill in Voids) filled in the FLUL’s room 5.2 and in the AzLab#32 it was possible not only to know better this initiative, but also to organize and assemble some of the azulejos (tiles) in MDF that, from now on, are applied on three façades of Lisbon.

The session began with an introduction to the project, with Joana Abreu telling how the idea of Preencher Vazios (Fill in Voids) was born (in the context of her dissertation and master’s project work), explaining then how it was developed, both in the academic context and the impact it achieved in broader terms. The idea of filling in the voids of the façades, drawing attention to the problem of the safeguarding of the azulejo (tile), gained a dimension that the author did not expect, but that fulfills the objectives as an artistic intervention with a well-defined heritage consciousness.

In the end, the questions expressed the interest aroused by the presentation, with the assistance wanting to know more details about the façade choices, the options for certain phrases, the intervention criteria, the reactions of people at the time of the collages, among many others.

Finally, Joana Abreu finished some of the tiles she applied yesterday In Lisbon, challenged the public to assemble some of these sets, while projecting images of the façades where they would be placed.

INSCRIÇÕES ABERTAS | REGISTRATION NOW OPEN

QUEM FAZ O QUÊ: PROCESSOS CRIATIVOS EM AZULEJO

 

Já pode fazer o download do formulário de inscrição. A participação na conferência é gratuita mas a inscrição é obrigatória. Por favor, preencha todos os campos e envie o formulário, até dia 2 de Junho, para redeazulejo@letras.ulisboa.pt.

____________________________________________________

WHO DOES WHAT: CREATIVE PROCESSES IN AZULEJO


Click here to download the registration form. Attendance in the conference is free, but the registration form is required. Please send this form no later than June 2, 2017 to redeazulejo@letras.ulisboa.pt.

PROGRAMA | PROGRAMME

QUEM FAZ O QUÊ: PROCESSOS CRIATIVOS EM AZULEJO | WHO DOES WHAT: CREATIVE PROCESSES IN AZULEJO


7 de Junho de 2017 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | Anf. IV
June 7, 2017 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | Anf. IV

10h00-10h15  Sessão de abertura

10h15-10h50  Celso Mangucci [CHAIA-UÉ] e Rosário Salema de Carvalho [Az – Rede de Investigação em Azulejo / ARTIS-IHA/FLUL] | Quem faz o quê: a produção de azulejos na época moderna (séculos XVI a XVIII)

10h50-11h10  Patrícia Nóbrega [Az – Rede de Investigação em Azulejo / ARTIS-IHA/FLUL] | As encomendas de azulejo mudéjar nos séculos XV e XVI: convergências e divergências na aplicação e ornamentação
————————————————————————————————————————–
11h10-11h40  Coffee break
————————————————————————————————————————–
11h40-12h00  Miguel Portela A arte do azulejo em Portugal nos séculos XVII-XVIII: à re(descoberta) dos seus mestres

12h00-12h20  Rui Manuel Mesquita Mendes [Centro de Arqueologia de Almada] Azulejadores e pintores de azulejos na Lisboa pombalina (1757-1773): algumas notas a partir de escrituras de sociedade e outros registos notariais

12h20-12h40  Sandra Costa Saldanha [Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja / CEAACP-UC] Francisco Jorge da Costa (1749-1829): um mestre ladrilhador ao serviço da Casa Real

12h40-13h00  Ana Venâncio [Az – Rede de Investigação em Azulejo / ARTIS-IHA/FLUL] Azulejos nos museus (1910-1926): quem, como e porquê?
————————————————————————————————————————–
13h00-13h30  Discussão geral
————————————————————————————————————————–
13h30-15h00  Almoço
————————————————————————————————————————–
15h00-15h20  Marluci Menezes e Sílvia Pereira [LNEC] Memórias do fazer azulejo na Fábrica Constância

15h20-15h40  Camila Mortari [Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa / LIBhysUNL] A produção de azulejos segundo a perspectiva da ceramista Maria Emília Silva Araújo: o fazer artístico na produção azulejar sob influência modernista
————————————————————————————————————————–
15h40 -16h10  Coffee break
————————————————————————————————————————–
16h10-16h40  Alexandre Pais [MNAz] | O arquitecto Álvaro Siza Vieira [título provisório]
————————————————————————————————————————–
16h40-17h15  Discussão geral e workshop


Download do programa Click here to download the programme [no English version available]

PREENCHER VAZIOS

17 de Maio de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

Convidado:
Joana Abreu [Projecto Preencher Vazios]

Joana Abreu é licenciada em Design de Interiores pela ESAD Matosinhos  (2013) e mestre em Arte e Design para o Espaço Público pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto (2016).

Começou a interessar-se pelo azulejo enquanto caminhava pelas ruas do Porto e isso levou-a a desenvolver um dos seus projectos, o Preencher Vazios. Iniciado em Abril de 2015, este projecto pretende chamar a atenção para a falta de preservação do património azulejar português, espalhando a poesia portuguesa pelas fachadas das nossas cidades, na tentativa de lhes dar uma nova voz para se fazerem ouvir.

____________________________________________________

PREENCHER VAZIOS


May 17th, 2017
| 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Invited speaker:
Joana Abreu [Preencher Vazios Project]

Joana Abreu has a degree in Interior Design from ESAD Matosinhos (2013) and a Master’s degree in Art and Design for Public Space from Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto (2016).

She began to be interested in the azulejo (tile) as she walked through the streets of Oporto and this led her to develop one of her projects, Preencher Vazios (Fill in Voids), which started in April 2015. This project aims to draw attention to the lack of preservation of the Portuguese azulejo heritage, spreading Portuguese poetry through the facçades of our cities, in an attempt to give them a new voice to make themselves heard.

PREENCHER VAZIOS

17 de Maio de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

O azulejo, cuja história remonta, em Portugal, ao final do século XV, é hoje parte integrante do imaginário nacional. Esta ideia é reforçada pela recente utilização do azulejo como referente em projectos artísticos nos quais o material cerâmico é substituído pelo papel, madeira ou “pintura mural”, e os seus motivos tradicionais (figurativos ou de padrão) são trabalhados através de uma linguagem contemporânea, associada à cultura urbana. O AzLab#32 pretende, assim, abrir o debate em torno desta evocação da tradição azulejar no panorama artístico nacional. Para tal, conta com a presença de Joana Abreu, artista, designer e autora  do projecto Preencher Vazios, que constitui um exemplo desta nova abordagem ao azulejo. Através da aplicação de placas em madeira que mimetizam os padrões dos azulejos de fachada, alterando-lhes a cor e acrescentando-lhes excertos de textos de autores portugueses, este projecto pretende chamar a atenção para a degradação do património azulejar no nosso país.

Convidado:
Joana Abreu [Projecto Preencher Vazios]

____________________________________________________

PREENCHER VAZIOS


May 17th, 2017
| 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

The azulejo (tile), whose history goes back, in Portugal, to the end of the 15th century, is now an integral part of the national imagination. This idea is reinforced by the recent use of the azulejo as a reference in artistic projects in which the ceramic material is replaced by paper, wood or “mural painting”, and its traditional motives (figurative or pattern) are worked through a contemporary language, associated with urban culture. The AzLab # 32 aims, therefore, to open the debate around this evocation of the azulejo tradition in the national artistic panorama. To this end, our next guest will be Joana Abreu, artist, designer and author of the project Preencher Vazios (Fill in Voids), who is an example of this new approach to the azulejo. Through the application of wooden plaques that mimic the patterns of the façade azulejos, giving them different colours and adding excerpts of texts, this project aims to draw attention to the degradation of the azulejo heritage in our country.

Invited speaker:
Joana Abreu [Preencher Vazios Project]

A MÚSICA NOS AZULEJOS


AVISO!

Por motivo de força maior, o próximo AzLab#31 será adiado e em breve avançaremos com uma nova data. Pedimos desculpa por este imprevisto. O AzLab#32 será anunciado em breve!

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


NOTICE!

For reasons of force majeure, the next AzLab#31 will be postponed. Soon we will announce a new date. We apologize for this unforeseen event! The AzLab#32 will be announced shortly.

A MÚSICA NOS AZULEJOS

26​​ ​de​ Abril ​​de​ ​2017​ ​|​ ​18h00​ ​|​ ​Faculdade​ ​de​ ​Letras​ ​da​ ​Universidade​ ​de​ ​Lisboa​ ​|​ ​sala​ ​5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

Livro Cantate Dominum – Música e espiritualidade no Azulejo Barroco, publicado por Luzia Aurora Rocha, investigadora do CESEM e do ARTIS, que aborda o estudo do motivo musical em painéis de azulejo da primeira metade do século XVIII. O lançamento do livro, em Lisboa, foi integrado no AZ+.

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


April 26th,
 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

The book Cantate Dominum – Música e espiritualidade no Azulejo Barroco, by Luzia Aurora Rocha, researcher at CESEM and ARTIS, is about the musical iconography on azulejo coverings from the first half of the 18th century. The book launch in Lisbon was an Az+ organization.

A MÚSICA NOS AZULEJOS

26​​ ​de​ Abril ​​de​ ​2017​ ​|​ ​18h00​ ​|​ ​Faculdade​ ​de​ ​Letras​ ​da​ ​Universidade​ ​de​ ​Lisboa​ ​|​ ​sala​ ​5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

Convidado:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

Luzia Rocha possui os graus de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa. É investigadora no Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) da Universidade Nova de Lisboa e do ARTIS – Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É membro do “Study Group on Musical Iconography” e do “Study Group for Latin America and the Caribbean” (ARLAC-IMS), ambos daInternational Musicological Society. É colaboradora do Grupo de Iconografia Musical de la Universidad Complutense de Madrid/AEDOM.

Trabalhou como docente na Academia de Amadores de Música, Escola Técnica de Imagem e Comunicação (ETIC), Instituto Piaget (ISEIT de Almada, também como Coordenadora da Licenciatura em Música), Academia Nacional Superior de Orquestra (Mestrado em Ensino da Música) e Licenciatura em Jazz e Música Moderna da Universidade Lusíada.

Tem participado como oradora, por convite, em conferências nacionais e internacionais e publicado artigos em periódicos com arbitragem científica. É autora do livro Ópera e Caricatura – O Teatro de S. Carlos na obra de Rafael Bordalo Pinheiro (vol. 1 e 2) e do livro Cantate Dominum: Música e Espiritualidade na Azulejaria Barroca Portuguesa editado pelo CESEM/Colibri. Dedica-se à investigação na área da Iconografia Musical, com especial incidência nos séculos XVII a XXI.

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


April 26th,
 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Invited speaker:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

Luzia Rocha graduates in Musicology from NOVA University of Lisbon in 1999 where she also completed a Master degree and PhD degree in Musicology (2004, 2012). In 2010 and 2014 published Ópera & Caricatura – o Teatro de S. Carlos na obra de Rafael Bordalo Pinheiro (vol. 1, 2) and Cantate Dominum: Música e espiritualidade no azulejo barroco. She is member of IMS study groups (Study Group on Musical Iconography and Study Group for Latin America and Caribbean – ARLAC) and collaborates with the Grupo de Iconografia Musical de la Universidad Complutense de Madrid/AEDOM. Currently is a researcher at ARTIS – Instituto de História da Arte, Universidade de Lisboa and the Director of NIM- Musical Iconography Study Group/CESEM – Centre for the Study of the Sociology and Aesthetics of Music, FCSH/NOVA University of Lisbon. She is also co-director of the periodical “Glosas”.

Luzia Rocha teached at Academia de Amadores de Música, Escola Técnica de Imagem e Comunicação (ETIC), Instituto Piaget (ISEIT de Almada), Academia Nacional Superior de Orquestra and Universidade Lusíada de Lisboa (with supervision of master students).

She presented her work at several conferences and other venues in Portugal and abroad and published articles in periodicals with referees, also indexed at Web of Science. Luzia Rocha achieved a Merit Prize from NOVA University of Lisbon (1999) a PhD grant (FCT, 2006) and, more recently a research grant from Fundação Oriente/The Orient Foundation (2015-2016).

A MÚSICA NOS AZULEJOS

26​​ ​de​ Abril ​​de​ ​2017​ ​|​ ​18h00​ ​|​ ​Faculdade​ ​de​ ​Letras​ ​da​ ​Universidade​ ​de​ ​Lisboa​ ​|​ ​sala​ ​5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

A convidada do AzLab#31, Luzia Rocha, é uma das mais reputadas investigadoras portuguesas na área da iconografia musical. Na sua tese de doutoramento explorou a música na azulejaria barroca, tema que será o mote para a próxima sessão do AzLab, em que nos propõe uma perspectiva renovada sobre este período da história do azulejo em Portugal, através das suas muitas e interessantes representações musicais.

Convidado:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


April 26th,
 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Luzia Rocha, guest of the AzLab#31, is one of the most renowned Portuguese researchers in the area of ​​musical iconography. In her doctoral thesis she explored the music in Baroque azulejos, theme of the next AzLab, in which she proposes a renewed perspective on this period of the history of Portuguese azulejo, through its many and interesting musical representations.

Invited speaker:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]