O AZULEJO EM CONTEXTO: A CASA SENHORIAL

29 de Março de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2

[ — Please scroll down for English version — ]

O projecto “A casa senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos interiores”, que decorreu entre 2011 e 2014, teve como principal objectivo o estudo das casas da nobreza e alta burguesia entre os séculos XVII e XIX. No AzLab#30 vamos ficar a conhecer um pouco melhor os contornos desta investigação e do que se avançou em termos de conhecimento sobre mecenas, artistas, vivências, rituais, estruturas e programas, assim como de equipamentos móveis e integrados, entre os quais se encontra o azulejo.

Para tal, contamos com a presença de Helder Carita, que fará uma breve apresentação do projecto, e de Ana Paula Rebelo Correia, que integrou a equipa com contribuições na área da azulejaria.

Convidados:
Helder Carita [Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL)]
Ana Paula Rebelo Correia [Investigadora]

Moderador:
Maria Alexandra Trindade Gago da Câmara [Universidade Aberta | Centro de História de Arte e Investigação Artística – CHAIA-UE]

– – – – –

Foto: Lisboa | Palácio Pimenta, actual Museu de Lisboa [© Jorge Guerra Maio]

____________________________________________________

THE AZULEJO IN CONTEXT: THE MANOR HOUSE


March 29nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

The project “The Manor House in Lisboa and Rio de Janeiro. An Inside View” which took place between 2011 and 2014, had as its main objective the study of the houses of the nobility and of the high bourgeoisie between the 17th and the 19th centuries. In the AzLab#30 we will get to know a little better the contours of this research and what has been advanced in terms of knowledge about patrons, artists, experiences, rituals, structures and programmes, as well as mobile and integrated equipment, among which the azulejo (tile).

To this end, we count on the presence of Helder Carita, who will give a brief presentation of the project, and of Ana Paula Rebelo Correia, who joined the team with contributions in the area of the azulejo.

Invited speakers:
Helder Carita [Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL)]
Ana Paula Rebelo Correia [Researcher]

Moderator:
Maria Alexandra Trindade Gago da Câmara [Universidade Aberta | Centro de História de Arte e Investigação Artística – CHAIA-UE]

– – – – –

Photo: Lisboa | Palácio Pimenta, actual Museu de Lisboa [© Jorge Guerra Maio]

NOVO TERMINAL DE CRUZEIROS DO PORTO DE LEIXÕES


22
 de Fevereiro de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2

[ — Please scroll down for English version — ]

Resumo

Tendo como tema central o
Novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, Luís Pedro Silva, o arquitecto responsável pelo projecto, começou por fazer uma apresentação do edifício, estruturada em três eixos principais: Do território ao detalhe; Do detalhe ao sítio; Do sítio ao corpo.

Suportando o seu discurso num vídeo, Luís Pedro Silva mostrou todo o processo de concepção do edifício, conferindo particular destaque à sua implantação no território e ao modo como organiza esse mesmo território, tendo sempre como escala de referência “o corpo e o planeta”. Explicou as diversas fases do projecto e os estudos para os possíveis revestimentos, chamando a atenção para algumas questões técnicas e revelando a complexidade das formas e das estruturas.

Proporção, identidade e durabilidade foram alguns dos conceitos-chave que estiveram presentes no seu discurso, que se tornou ainda mais apelativo quando, já numa fase de perguntas e respostas, contou de forma muito detalhada todo o processo que conduziu ao revestimento cerâmico, de placas hexagonais, que acabou por vingar.

O debate, moderado por Inês Leitão, foi muito participado, tendo sido possível perceber as motivações do arquitecto e da sua equipa, a opção pelo módulo cerâmico “branco” devido às formas complexas da arquitectura, os jogos proporcionados pelas placas cerâmicas, tendo mesmo mostrado uma dessas peças para ilustrar o seu discurso. A empatia da população e a reacção de quem percorre este espaço foi outro dos aspectos focados. Falou-se muito de azulejo, naturalmente, mas de forma integrada e no contexto de um entendimento da arquitectura que fica bem expresso neste magnífico edifício, um marco na paisagem marítima e urbana de Matosinhos.
____________________________________________________

PORTO CRUISE TERMINAL


February 22nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Session Overview

Having as a central theme the New Cruise Terminal of Porto de Leixões, Luís Pedro Silva, the architect responsible for the project, began his presentation structured in three main axes: From the territory to the detail; From the detail to the site; From the site to the body.

Supporting his speech with a video, Luís Pedro Silva showed the whole process of the building design, giving a particular emphasis on its deployment and to the way in which it organizes the territory, always having “the body and the planet” as reference. He explained the distinct phases of the project and the studies for its coverings, drawing attention to some technical issues and revealing the complexity of shapes and structures.

Proportion, identity and durability were some of the key concepts that were present in his speech, which turn out to be even more appealing,throughout the questions and answers period, when he described in a very detailed way the whole process that led to the ceramic covering of the hexagonal plaques, that won in the end.

The debate, moderated by Inês Leitão, was very participated and it was possible to understand the motivations of the architect and his team, the option for the “white” ceramic module due to the complex forms of the architecture, the games provided by the ceramic plaques, and he even showed one of these pieces to illustrate his speech. The empathy of the population and the reaction of those who course this space was another of the aspects focused. There was a lot of talk about azulejo (tile), of course, but in an integrated way and in the context of an understanding of the architecture that is well expressed in this magnificent building, a landmark in the maritime and urban landscape of Matosinhos.

NOVO TERMINAL DE CRUZEIROS DO PORTO DE LEIXÕES

22 de Fevereiro de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2

[ — Please scroll down for English version — ]

Fotografias do Novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões

____________________________________________________

PORTO CRUISE TERMINAL


February 22nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Photos of the Porto Cruise Terminal

NOVO TERMINAL DE CRUZEIROS DO PORTO DE LEIXÕES

22 de Fevereiro de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2

[ — Please scroll down for English version — ]

Sugestão de leitura para o AzLab de Fevereiro

____________________________________________________

PORTO CRUISE TERMINAL


February 22nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Reading suggestion for the AzLab of February

CALL FOR PAPERS
AzLab#33 especial
QUEM FAZ O QUÊ: PROCESSOS CRIATIVOS EM AZULEJO


[ — Please scroll down for English version — ]

7 de Junho de 2017
Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
Prazo limite: 20 de Março de 2017
Língua oficial: português e inglês

[os resumos podem ser submetidos em ambas as línguas, mas as apresentações serão obrigatoriamente em inglês caso haja participações estrangeiras. Os artigos são publicados apenas em inglês]

[Faça o download da call for papers]

Como é do conhecimento geral, a realização de um revestimento em azulejo implica diversas etapas, que têm início na sua concepção e terminam com a sua aplicação. Neste processo destacam-se vários intervenientes – encomendadores, ladrilhadores, oleiros, pintores ou arquitectos -, onde também se incluem, por exemplo, as olarias e as fábricas.

Estas tarefas nem sempre foram cabalmente entendidas e ainda hoje há dúvidas sobre os limites de acção de cada interveniente. O objectivo do AzLab#33 é analisar o papel das diferentes “autorias” e das inter-relações que as mesmas estabelecem e potenciam, num sentido alargado que permita uma perspectiva contextualizada, tendo ainda em conta as especificidades que caracterizam cada época ou cada ciclo da história do azulejo.

Ainda que não sejam limitados aos itens que se seguem, os temas podem contemplar, numa cronologia que se pretende o mais alargada possível, desde os exemplos mais remotos até à contemporaneidade:

   – Abordagens teóricas sobre o papel dos diversos intervenientes;
   – Abordagens específicas sobre o papel dos intervenientes, com casos
      de estudo;
   – Articulação dos diversos intervenientes na execução
      de uma determinada obra;
   – Novas propostas de autorias e biografias de ladrilhadores, pintores,
       arquitectos, etc.;
   – A organização profissional no interior das oficinas, olarias ou fábricas;
   – O estatuto dos pintores de azulejo, ladrilhadores e oleiros: questões
       de reconhecimento profissional e social.

O AzLab#33 inclui um breve workshop de discussão e definição das designações tradicionais (ladrilhadores vs azulejadores, por ex.), contribuindo assim para um thesaurus de azulejaria, em desenvolvimento pela Rede de Investigação em Azulejo.

Hashtags oficiais: #AzQuemFazOQuê #AzWhoDoesWhat #AzLab #RedeAzulejo

SUBMISSÃO DE RESUMOS:
Aceitam-se propostas entre 900 (mínimo) e 1200 palavras (máximo) para apresentações de 15 minutos, seguidas de debate. Os resumos devem ser enviados para redeazulejo@letras.ulisboa.pt até ao dia 20 de Março de 2017, acompanhadas por uma breve biografia (máximo 300 palavras) e 4 palavras-chave. A selecção das propostas, através do processo de revisão por pares, decorrerá até dia 17 de Abril de 2017 e os participantes serão informados do resultado nessa data. (NOTA: Os artigos para publicação devem ser enviados até  15 de Julho de 2017, de acordo com as normas específicas enviadas aos autores)

Resumo: 900 palavras min. / 1200 palavras máx.
Palavras-chave: 4
Nota biográfica: 300 palavras máx.
Nome e afiliação
Línguas aceites: português e inglês
Formato: word
E-mail de envio: redeazulejo@letras.ulisboa.pt (assunto: AzLab#33)
Comunicações: 15 min.

INSCRIÇÕES
A participação com comunicação e artigo no AzLab#33 é gratuita, mas sujeita a um contributo para o Az Infinitum (http://redeazulejo.letras.ulisboa.pt/pesquisa-az).

Assim, e considerando que a Rede de Investigação em Azulejo acredita numa História da Arte aberta e colaborativa, optou-se por substituir o pagamento de inscrição pelo preenchimento ou complemento de uma ficha biográfica de um dos artistas mencionados na apresentação de cada investigador e que se destina a ser disponibilizada no Az Infinitum. Trata-se, pois, de uma forma de enriquecer este Sistema de Referência e Indexação de Azulejo, e os resultados serão apresentados durante o AzLab#33. Aos investigadores cujos artigos tenham sido seleccionados será enviado um modelo de ficha, de fácil e rápido preenchimento.

DATAS IMPORTANTES:
Submissão de resumos: 20 de Março de 2017
Comunicação de aceitação: 17 de Abril de 2017
Inscrições: 2 de Junho de 2017
AzLab#33: 7 de Junho de 2017
Submissão de artigos: 15 de Julho de 2017
Comunicação de aceitação: 1 de Outubro de 2017

Organização:
Rede de Investigação em Azulejo, ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
Museu Nacional do Azulejo
Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA-UÉ)

Comissão científica:
Alexandre Pais – Museu Nacional do Azulejo (MNAz)
Alexandra Gago da Câmara – Universidade Aberta e Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA-UÉ)
Clara Moura Soares – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)
Francisco Queiroz – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)
Luísa Capucho Arruda – Faculdade de Belas-Artes / Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes (CIEBA)
Rosário Salema de Carvalho – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)
Vítor Serrão – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)

Comissão executiva:
Celso Mangucci – Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA-UÉ)
Inês Leitão – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa  (ARTIS-IHA/FLUL)
Rosário Salema de Carvalho – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)

– – – – –

Imagem: © Inês Leitão
____________________________________________________

CALL FOR PAPERS
AzLab#33 special
WHO DOES WHAT: CREATIVE PROCESSES IN AZULEJO


June 7, 2017
Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
Deadline: March 20, 2017
Official language: Portuguese and English

[abstracts can be submitted in both languages as well as presentations. However, if there are foreign participants the presentations should be exclusively in english. Articles will be published only in English]

[Download the call for papers]

The creation of a tile covering comprises several stages, from the conception to the application. Several agents stand out during this process – commissioners, tilers, potters, painters or architects – as well as the potteries and the factories, among other elements.

These activities were not always fully understood, and there are still doubts concerning the exact role of each agent. The aim of AzLab#33 is to examine these various “authorships” and the interactions they inspired. We will favour a comprehensive approach, mindful of each work’s historical context and the specific characteristics of each period or cycle comprised in the history of the azulejo.

Subjects may include, but are not limited to the following items (with an unlimited chronological interval, spanning from the most ancient to the most recent examples):

   – Theoretical approaches to the role played by the different agents;
   – Concrete approaches  to the role played by the different agents,
       based on case studies;
   – The interaction between agents during the creation of a tile covering ;
   – Proposals of new authorships and new biographies of tilers, painters,
       architects, etc.;
   – The professional organization of the workshops, potteries, or factories;
   – The status of painters, tilers and potters, as regards their professional
       and social recognition.

AzLab #33 includes a brief workshop dedicated to the discussion and definition of traditional designations (tilers vs. azulejo painters, for example), whose results will contribute to an azulejo-related thesaurus currently being developed by the Azulejo Research Network.

Official hashtag: #AzWhoDoesWhat #AzQuemFazOQuê #AzLab #RedeAzulejo

ABSTRACT SUBMISSION:
This one-day-conference invites proposals of up to 1200 words (minimum of 900 words) for 15 minutes papers, followed by a period of debate. Proposals should be sent to redeazulejo@letras.ulisboa.pt until the 20th of March 2017. Please also attach a brief biographical note (maximum 300 words) and 4 key-words. Selection of proposals will take place until 17th April 2017 and participants will be informed thereafter. (NOTE: Articles for publication must be submitted by July 15, 2017, in accordance with the specific guidelines sent to the authors)

Abstract: 900 words min. / 1200 words max.
Key-words: 4
Biographical note: 300 words max.
Name and affiliation
Official languages: portuguese and english
Format: word
E-mail: redeazulejo@letras.ulisboa.pt (subject: AzLab#33)
Presentations: 15 min.

REGISTRATION
The presentation of a paper at AzLab#33 is free of charge, but dependent on a contribution to Az Infinitum (http://redeazulejo.letras.ulisboa.pt/pesquisa-az).

In line with the Azulejo Research Network’s belief in an open and collaborative Art History, the enrollment fee was replaced by the requirement to create or complete the biographical entry of the artist presented by each lecturer, to be made available at Az Infinitum. This contribution will enrich the Azulejo Reference and Indexation System, and the result will be presented during AzLab#33. The researchers whose articles have been selected will be required to fill a simple biographical form. (NOTE: The organizers will not cover travel and accommodation expenses)

KEY DATES:
Abstract submission deadline: March 20, 2017 

Notification of acceptance: April 17, 2017 
Registration: June 2, 2017 
AzLab#33: June 7, 2017 
Submission of full-paper: July 15, 2017 
Notification of acceptance: October 1, 2017 

Organization:
Rede de Investigação em Azulejo, ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa

Museu Nacional do Azulejo
Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA-UÉ)

Scientific Committee:
Alexandre Pais – Museu Nacional do Azulejo (MNAz)

Alexandra Gago da Câmara – Universidade Aberta e Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA-UÉ)
Clara Moura Soares – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)
Francisco Queiroz – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)
Luísa Capucho Arruda – Faculdade de Belas-Artes / Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes (CIEBA)
Rosário Salema de Carvalho – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)
Vítor Serrão – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)

Executive Committee:
Celso Mangucci – Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA-UÉ)

Inês Leitão – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa  (ARTIS-IHA/FLUL)
Rosário Salema de Carvalho – ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (ARTIS-IHA/FLUL)

– – – – –

Image: © Inês Leitão

NOVO TERMINAL DE CRUZEIROS DO PORTO DE LEIXÕES

22 de Fevereiro de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2

[ — Please scroll down for English version — ]

Convidado:
Luís Pedro Silva [Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo / Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto – CEAU / FAUP]

Nasceu em Oliveira de Azeméis, em 1971. É licenciado pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto – FAUP (1995), com frequência de um ano em Paris, mestre em Planeamento e Projecto do Ambiente Urbano pela FAUP e pela  Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (1998), e doutor em Arquitectura, pela FAUP, com a tese Das Espécies de Espaço ao Espaço da Espécie-Princípios de Observação do Espaço como Condição da sua Organização Actual (2016).

Luís Pedro Silva é docente de Projecto na FAUP, desde 1999, e investigador do Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo (CEAU), desde 2002. Possui escritório independente desde 2000, tendo realizado obras e projectos em várias cidades do país, na Europa, em África e na América. A sua obra mais divulgada é o Terminal de Cruzeiros de Leixões, em Matosinhos.

– – – – –

Foto: © Ana Almeida

____________________________________________________

PORTO CRUISE TERMINAL


February 22nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Invited speaker:
Luís Pedro Silva [Center for Studies in Architecture and Urbanism / Faculty of Architecture of the University of Porto – CEAU / FAUP]

Luís Pedro Silva was born in Oliveira de Azeméis in 1971. He graduated from Faculty of Architecture of the University of Porto (FAUP) in 1995 with a one-year degree in Paris and he has a Master’s degree in Planning and Design Urban Environment given jointly by FAUP and Faculty of Engineering of the University of Porto (1998). Since 2016, Luís Pedro Silva has a PhD in Architecture (FAUP), with the thesis From the Species of Space to the Space of the Species – Space Observations Principles as a Condition for its Current Organisation.

The architect teaches Project at FAUP since 1999 and he is a researcher at the Center for Studies in Architecture and Urbanism (CEAU-FLUP) since 2002. He has an independent office since 2000, having carried out works and projects in several cities of the country, in Europe, Africa and America. His most publicized work is the Cruise Terminal of Leixões, in Matosinhos.

– – – – –

Photo: © Ana Almeida