PREENCHER VAZIOS

17 de Maio de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

O azulejo, cuja história remonta, em Portugal, ao final do século XV, é hoje parte integrante do imaginário nacional. Esta ideia é reforçada pela recente utilização do azulejo como referente em projectos artísticos nos quais o material cerâmico é substituído pelo papel, madeira ou “pintura mural”, e os seus motivos tradicionais (figurativos ou de padrão) são trabalhados através de uma linguagem contemporânea, associada à cultura urbana. O AzLab#32 pretende, assim, abrir o debate em torno desta evocação da tradição azulejar no panorama artístico nacional. Para tal, conta com a presença de Joana Abreu, artista, designer e autora  do projecto Preencher Vazios, que constitui um exemplo desta nova abordagem ao azulejo. Através da aplicação de placas em madeira que mimetizam os padrões dos azulejos de fachada, alterando-lhes a cor e acrescentando-lhes excertos de textos de autores portugueses, este projecto pretende chamar a atenção para a degradação do património azulejar no nosso país.

Convidado:
Joana Abreu [Projecto Preencher Vazios]

____________________________________________________

PREENCHER VAZIOS


May 17th, 2017
| 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

The azulejo (tile), whose history goes back, in Portugal, to the end of the 15th century, is now an integral part of the national imagination. This idea is reinforced by the recent use of the azulejo as a reference in artistic projects in which the ceramic material is replaced by paper, wood or “mural painting”, and its traditional motives (figurative or pattern) are worked through a contemporary language, associated with urban culture. The AzLab # 32 aims, therefore, to open the debate around this evocation of the azulejo tradition in the national artistic panorama. To this end, our next guest will be Joana Abreu, artist, designer and author of the project Preencher Vazios (Fill in Voids), who is an example of this new approach to the azulejo. Through the application of wooden plaques that mimic the patterns of the façade azulejos, giving them different colours and adding excerpts of texts, this project aims to draw attention to the degradation of the azulejo heritage in our country.

Invited speaker:
Joana Abreu [Preencher Vazios Project]

A MÚSICA NOS AZULEJOS


AVISO!

Por motivo de força maior, o próximo AzLab#31 será adiado e em breve avançaremos com uma nova data. Pedimos desculpa por este imprevisto. O AzLab#32 será anunciado em breve!

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


NOTICE!

For reasons of force majeure, the next AzLab#31 will be postponed. Soon we will announce a new date. We apologize for this unforeseen event! The AzLab#32 will be announced shortly.

A MÚSICA NOS AZULEJOS

26​​ ​de​ Abril ​​de​ ​2017​ ​|​ ​18h00​ ​|​ ​Faculdade​ ​de​ ​Letras​ ​da​ ​Universidade​ ​de​ ​Lisboa​ ​|​ ​sala​ ​5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

Livro Cantate Dominum – Música e espiritualidade no Azulejo Barroco, publicado por Luzia Aurora Rocha, investigadora do CESEM e do ARTIS, que aborda o estudo do motivo musical em painéis de azulejo da primeira metade do século XVIII. O lançamento do livro, em Lisboa, foi integrado no AZ+.

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


April 26th,
 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

The book Cantate Dominum – Música e espiritualidade no Azulejo Barroco, by Luzia Aurora Rocha, researcher at CESEM and ARTIS, is about the musical iconography on azulejo coverings from the first half of the 18th century. The book launch in Lisbon was an Az+ organization.

A MÚSICA NOS AZULEJOS

26​​ ​de​ Abril ​​de​ ​2017​ ​|​ ​18h00​ ​|​ ​Faculdade​ ​de​ ​Letras​ ​da​ ​Universidade​ ​de​ ​Lisboa​ ​|​ ​sala​ ​5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

Convidado:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

Luzia Rocha possui os graus de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa. É investigadora no Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) da Universidade Nova de Lisboa e do ARTIS – Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É membro do “Study Group on Musical Iconography” e do “Study Group for Latin America and the Caribbean” (ARLAC-IMS), ambos daInternational Musicological Society. É colaboradora do Grupo de Iconografia Musical de la Universidad Complutense de Madrid/AEDOM.

Trabalhou como docente na Academia de Amadores de Música, Escola Técnica de Imagem e Comunicação (ETIC), Instituto Piaget (ISEIT de Almada, também como Coordenadora da Licenciatura em Música), Academia Nacional Superior de Orquestra (Mestrado em Ensino da Música) e Licenciatura em Jazz e Música Moderna da Universidade Lusíada.

Tem participado como oradora, por convite, em conferências nacionais e internacionais e publicado artigos em periódicos com arbitragem científica. É autora do livro Ópera e Caricatura – O Teatro de S. Carlos na obra de Rafael Bordalo Pinheiro (vol. 1 e 2) e do livro Cantate Dominum: Música e Espiritualidade na Azulejaria Barroca Portuguesa editado pelo CESEM/Colibri. Dedica-se à investigação na área da Iconografia Musical, com especial incidência nos séculos XVII a XXI.

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


April 26th,
 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Invited speaker:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

Luzia Rocha graduates in Musicology from NOVA University of Lisbon in 1999 where she also completed a Master degree and PhD degree in Musicology (2004, 2012). In 2010 and 2014 published Ópera & Caricatura – o Teatro de S. Carlos na obra de Rafael Bordalo Pinheiro (vol. 1, 2) and Cantate Dominum: Música e espiritualidade no azulejo barroco. She is member of IMS study groups (Study Group on Musical Iconography and Study Group for Latin America and Caribbean – ARLAC) and collaborates with the Grupo de Iconografia Musical de la Universidad Complutense de Madrid/AEDOM. Currently is a researcher at ARTIS – Instituto de História da Arte, Universidade de Lisboa and the Director of NIM- Musical Iconography Study Group/CESEM – Centre for the Study of the Sociology and Aesthetics of Music, FCSH/NOVA University of Lisbon. She is also co-director of the periodical “Glosas”.

Luzia Rocha teached at Academia de Amadores de Música, Escola Técnica de Imagem e Comunicação (ETIC), Instituto Piaget (ISEIT de Almada), Academia Nacional Superior de Orquestra and Universidade Lusíada de Lisboa (with supervision of master students).

She presented her work at several conferences and other venues in Portugal and abroad and published articles in periodicals with referees, also indexed at Web of Science. Luzia Rocha achieved a Merit Prize from NOVA University of Lisbon (1999) a PhD grant (FCT, 2006) and, more recently a research grant from Fundação Oriente/The Orient Foundation (2015-2016).

A MÚSICA NOS AZULEJOS

26​​ ​de​ Abril ​​de​ ​2017​ ​|​ ​18h00​ ​|​ ​Faculdade​ ​de​ ​Letras​ ​da​ ​Universidade​ ​de​ ​Lisboa​ ​|​ ​sala​ ​5.2  

[​ ​—​ ​Please​ ​scroll​ ​down​ ​for​ ​English​ ​version​ ​—​ ​]

A convidada do AzLab#31, Luzia Rocha, é uma das mais reputadas investigadoras portuguesas na área da iconografia musical. Na sua tese de doutoramento explorou a música na azulejaria barroca, tema que será o mote para a próxima sessão do AzLab, em que nos propõe uma perspectiva renovada sobre este período da história do azulejo em Portugal, através das suas muitas e interessantes representações musicais.

Convidado:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

____________________________________________________

AZULEJOS AND MUSIC


April 26th,
 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Luzia Rocha, guest of the AzLab#31, is one of the most renowned Portuguese researchers in the area of ​​musical iconography. In her doctoral thesis she explored the music in Baroque azulejos, theme of the next AzLab, in which she proposes a renewed perspective on this period of the history of Portuguese azulejo, through its many and interesting musical representations.

Invited speaker:
Luzia Rocha [Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) | Instituto de História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL) | Az- Rede de Investigação em Azulejo (ARTIS-IHA/FLUL)]

O AZULEJO EM CONTEXTO: A CASA SENHORIAL

29 de Março de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2

[ — Please scroll down for English version — ]

Resumo

O AzLab#30, dedicado ao azulejo em contexto: a casa senhorial, teve como convidados os investigadores Helder Carita e Ana Paula Rebelo Correia, contando com a moderação de Alexandra Gago da Câmara.

Helder Carita começou por traçar, em linhas gerais, os principais objectivos do projecto “A casa senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro. Anatomia dos interiores”, que deu o mote a esta sessão, usando para tal o website, onde se reúne o inventário de vários palácios situados em Lisboa e no Rio de Janeiro. O investigador referiu-se também ao futuro e à possibilidade de integrar Goa neste contexto.

Por sua vez, Ana Paula Rebelo Correia abordou a azulejaria das casas senhoriais, focando a sua atenção em questões como a importância do azulejo no entendimento da função de determinados espaços ou na relação entre os temas e os espaços de aplicação, ilustrando profusamente as temáticas mais representadas: quotidiano e lazer, cenas militares e de batalha, mitologia e alegorias.

O debate foi bastante participado, continuando a discutir-se a existência ou não de programas iconográficos, assim como os problemas das cópias ou da percepção que hoje temos destes interiores setecentistas.

____________________________________________________

THE AZULEJO IN CONTEXT: THE MANOR HOUSE


March 29nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Session Overview

The AzLab#30, dedicated to the azulejo in context: the manor house, had as guests the researchers Helder Carita and Ana Paula Rebelo Correia, and was moderated by Alexandra Gago da Câmara.

Helder Carita began by outlining the main objectives of the project “The Manor House in Lisboa and Rio de Janeiro. An Inside View”, which gave the motto to this session, by using the website where the inventory of several palaces located in Lisbon and Rio de Janeiro is gathered. Thinking about the future, the researcher talked of the possibility of integrating Goa in this context.

Ana Paula Rebelo Correia approached the azulejos of the manor houses, focusing her attention on issues such as the importance of the azulejo in the understanding of the function of certain spaces or in the relation between the themes and the spaces of application, illustrating profusely the themes most represented: everyday and leisure, military and battle scenes, mythology and allegories.

The debate was well-attended, and the existence or not of iconographic programs as well as the problems of copies or the perception that we have today of these 18th century interiors, continue to be discussed.

O AZULEJO EM CONTEXTO: A CASA SENHORIAL

____________________________________________________

THE AZULEJO IN CONTEXT: THE MANOR HOUSE

29 de Março de 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | sala 5.2
March 29nd, 2017 | 18h00 | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa | room 5.2

Sugestões de leitura / Reading suggestions

Correia, Ana Paula Rebelo. 2014. “Memórias de Casas Senhoriais – patrimónios esquecidos”. Em A Casa Senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro: Anatomia dos Interiores, editado por Isabel Mendonça, Helder Carita, e Marize Malta, 366–81. Lisboa: Instituto de História da Arte Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa e Escola de Belas Artes Universidade Federal do Rio de Janeiro. URL: file:///Users/Ro/Downloads/Livro_CasaSenhorial.pdf [Ver também / see also http://maislisboa.fcsh.unl.pt/memorias-casas-senhoriais/]

Correia, Ana Paula Rebelo. “Iconografias nos revestimentos de azulejos da casa senhorial no século XVIII em Lisboa”, p. 155-174. URL: http://www.casaruibarbosa.gov.br/acasasenhorial/artigospaginainicial/463/08%20Ana%20Paula.pdf.